"Mais luz do que o sol do meu céu só o som do seu sim" (Tchello d'Barros)

SEJAM BEM VINDOS !

Seguidores

sábado, 14 de novembro de 2009

És um poema


És como um poema ameno
onde recosto tua tenaz imagem
que se movimenta nos ardis horizontes

Teus passos são medidos
entre tempos contíguos
da desmedida simetria,
e o atropelo que pausa teus pés

Impõem-te uma beleza imperfeita
na construção improvisada
do refúgio escrito, rejuvenescido,
inacabado, na forma da tranquilidade

Conceição Bentes
14/11/09

Um comentário:

  1. Teus versos são sempre de uma infinita beleza!
    beijo, ótimo domingo

    ResponderExcluir