"Mais luz do que o sol do meu céu só o som do seu sim" (Tchello d'Barros)

SEJAM BEM VINDOS !

Seguidores

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Tempos de Reencontros



Chego a ti
em córregos de silêncio,
escuto tuas vontades
praiadas nos meus olhos

Entre o ser e o tempo,
nas margens do desamparo,
conheço teus acenos,
abrigo tua alma
reduzo meus riscos
para te proteger

Guardo tua dor em mim
acima de todas fadigas
num manancial de sons
onde o amor abrigas


Conceição Bentes
11/01/10

5 comentários:

  1. Fernando Alberto Couto11 de janeiro de 2010 15:12

    Praiadas em meus olhos? Entre o ser e o tempo? Que expressões fantásticas. Onde encontras tanta inspiração e versos tão envolventes? Este seu poema é mais um que toca a alma, de uma maneira tão tenra que ameniza mesmo qualquer dor. Mil vezes parabéns e muitos, mas muitos aplausos, deste seu fã, Nando.

    ResponderExcluir
  2. Primeira visita ao teu blog neste 2010 que ainda está nascendo.
    Venho te desejar muita inspiração, muita poesia, muito sucesso.

    Beijo ternurento

    Clau Assi

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde!!

    Nossa que lindo..TUDOO!!
    Fiquei feliz por ir conhecer meu cantinho.Obrigada..

    Volta...vou adorar.
    Beijos com carinho..♥

    ResponderExcluir
  4. Quanto mar navega seu olhar!
    E na praia aporta
    com versos o sol
    na areia a iluminar.

    ResponderExcluir